terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Presidente interino da Fifa reduz seus poderes na Confederação Africana

O presidente interino da Fifa, Issa Hayatou, anunciou sua saída de uma parte das funções que exercia como mandatário da Confederação Africana de Futebol. A renúncia se deu após um dos candidatos à presidência da federação máxima do esporte, Ali Bin al Hussein, ter denunciado um possível esquema da confederação presidida por Hayatou para favorecer um dos oponentes de Hussein, Salman Bin Ebrahim Al Khalifa, presidente da Confederação Asiática.

Issa Hayatou, presidente interino da Fifa, diminuiu seus poderes na Confederação Africana (Getty Images)


Segundo a denúncia, as duas confederações fariam uma combinação para votarem em bloco no mesmo candidato, o que não é permitido pelas regras eleitorais da Fifa. O interino da entidade máxima do futebol negou as acusações, mas anunciou que repassará alguns de seus poderes para os vice-presidentes Suketu Patel e Almamy Kabele Camara. Segundo o porta-voz da entidade, Junior Binyam, Hayatou quer se concentrar na função de interino da Fifa. “O presidente, em acordo com o Comitê Executivo, quer ocupar só o papel de presidente da Fifa”, afirmou Binyam.

A nota da Confederação Africana diz, sobre os vice-presidentes: “Serão os responsáveis pela relação entre a Confederação Africana, as outras entidades continentais e os candidatos à presidência da Fifa, até a conclusão do processo eleitoral”. Segundo o porta-voz da entidade, Junior Binyam, Hayatou quer se concentrar

Além do presidente da Confederação Asiática e de Ali Bin al Hussein, são mais três candidatos ao posto de comandante da entidade: Gianni Infantino, Tokyo Sexwale e Jerome Champagne.

Fonte:Fox Sports

0 comentários:

Postar um comentário