quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Krisiun faz duas apresentações neste final de semana em SP

O Krisiun, um dos nomes mais importantes da história do metal brasileiro no exterior, definitivamente não quer saber de descanso. Após viver praticamente os últimos cinco anos na estrada com a bem-sucedida turnê mundial do aclamado álbum “The Great Execution” (2011), o grupo já inicia 2016 a todo vapor.

Com o prestigio de ter o seu mais novo registro fonográfico “Forged In Fury”, considerado um dos melhores lançamentos de 2015 por toda critica especializada mundial, Alex Camargo (baixo/vocal), Moyses Kolesne (guitarra) e Max Kolesne (bateria) começam a nova temporada de shows, com duas apresentações especiais, em São Paulo.



Os fãs paulistas terão o privilégio de conferir, em primeira mão, nos dias 8 e 9 de janeiro, no palco do Sesc Belenzinho, o novo repertório que será executado durante a próxima excursão que deve estremecer diversos Continentes. Apesar da grande procura, ainda há ingressos à venda para ambas as datas, nos valores de R$ 6,00 a R$ 20,00. Mais informações no serviço abaixo.

Até o momento, o Krisiun tem as seguintes datas agendadas:
08/01 – Sesc Belenzinho – SP/SP
09/01 – Sesc Belenzinho – SP/SP
22/01 – Praça Verde do Dragão do Mar – Fortaleza/CE
4-8/02/16 – 70000 Tons of Metal Cruise – Miami, EUA
25-27/03/16 – Witchfest 2016 – Johannesburgo, África do Sul

Reconhecido como um dos nomes mais respeitados do Mundo, o Krisiun definitivamente laureia sua respeitável discografia com o visceral “Forged In Fury”. Este trabalho foi produzido por Erik Rutan, frontman do Hate Eternal, ex-guitarrista do Cannibal Corpse e que já trabalhou com Madball, Agnostic Front, Six Feet Under, entre outros. As gravações aconteceram no Mana Recording Studios, Flórida (EUA).

Formada em 1990 na cidade de Ijuí (RS), a banda estourou mundialmente como precursora do movimento brutal death metal com o lançamento do debut álbum “Black Force Domain”. No entanto, alcançaram a fama internacional em 1998, com o disco “Apocalyptic Revelation”, marcada pela devastadora composição "Kings of Killing".

Com uma infindável lista de hits como “Bloodcraft”, “The Will to Potency”, “Blood of Lions”, “Combustion Inferno” e “Vicious Wrath”, e diversos álbuns que se tornaram clássicos como “Black Force Domain” (1995), “Apocalyptic Revelation” (1998), “Bloodshed” (2004), “Southern Storm” (2008) e “The Great Execution” (2011), há muito tempo, o Krisiun se estabeleceu como um fenômeno global no mundo da música extrema.

0 comentários:

Postar um comentário