quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Para convencer Guardiola a renovar, Bayern ofereceria R$ 97 mi anuais

Enquanto o Bayern de Munique encanta em campo, com goleadas consecutivas e liderança isolada no Campeonato Alemão, a diretoria do clube se preocupa com a renovação contratual de Guardiola. As negociações já começaram, depois do técnico não demonstrar pressa para conversar - e os bávaros teriam entrado firme em busca da continuidade do comandante. Segundo o jornal inglês "Daily Mirror", o clube oferecerá € 24 milhões (R$ 97 milhões) anuais para o espanhol.

Embora já estivesse em pauta desde o fim da última temporada, a renovação foi proposta oficialmente apenas no fim de setembro. Na semana passada, Guardiola enfim teria dado o braço a torcer e convocado seu empresário, José Maria Orobitg, para ir à Alemanha negociar a extensão do vínculo. 

Com prazo de resposta dado pelo Bayern até 30 de dezembro, Guardiola não tem pressa, de acordo com o jornal "Marca", que compara sua postura atual àquela da última temporada no comando do Barcelona (2009/10). Na época, o treinador também estava sob forte pressão para que renovasse e só deu uma resposta após a eliminação nas semifinais da Liga dos Campeões diante do Inter de Milão. Seu "não" - por conta do desejo de um ano sabático - pegou o clube catalão de surpresa, e é justamente isso o que o Bayern pretende evitar ao impor um prazo.

A jornal espanhol afirmou na última semana que os obstáculos à renovação não são financeiros, e que a prioridade de Pep seria renovar seu contrato por no máximo dois anos. O técnico desejaria, porém, ter bem delimitadas suas funções no clube - como ter poder de decisão nas contratações e em tudo relacionado com o time principal ou relação direta com as categorias de base. 

Em julho, a TV "Bein Sports" afirmou que o treinador já tinha um acordo para treinar o Manchester City a partir da próxima temporada, possibilidade que já havia sido ventilada pela imprensa catalã anteriormente. As declarações de Pep sobre não ter pressa para definir seu futuro lembram sua postura na última temporada no Barcelona, quando também evitava falar da renovação contratual até anunciar sua saída do clube.

Fonte:Globo Esporte

0 comentários:

Postar um comentário