terça-feira, 3 de novembro de 2015

Cristiano Ronaldo, sobre luta por título de nº 1: "Na minha cabeça, sou eu"

Cristiano Ronaldo foi direto. Em entrevista ao jornal "El País", falou a respeito do filme sobre sua vida, que será lançado no dia 9 de novembro nos cinemas do mundo. O atacante do Real Madrid não fugiu de uma pergunta envolvendo Messi. Os triunfos do argentino o incomodam? A resposta foi não. E ele foi além. Para alguns, o camisa 10 do Barça pode ser o número 1, mas não para o luso. E o atual melhor do mundo explicou. Somente pensando que você é o melhor pode assegurar êxitos na vida.

- Não me incomoda. Se você olhar para meus últimos oito anos, tenho sempre estado no topo. E é difícil. Nomeie outro que fez isso. Depois, ser número 1 ou número 2 é uma questão de detalhes como se ganhas troféus ou não. Talvez para você Messi seja melhor, na minha cabeça, sou eu. E devemos pensar em nós mesmos. Por isso eu tenho conquistado tanto na minha carreira - disse Cristiano Ronaldo.

A publicação ainda reproduz um trecho do filme de CR7 em que ele reconhece que, se pudesse voltar atrás, não iria à Copa de 2014 nas condições físicas que estava. Sobre dores, o luso garante que sente diariamente pelo esforço físico.

- Cada dia. Mas outros jogadores dariam a mesma resposta. Alguns sabem enfrentá-lo, outros não. Se você treina duro, joga cada semana, inclusive duas vezes, você vai sentir. Seu corpo não está acostumado com isso.

Cristiano Ronaldo tem compromisso com o Real Madrid na próxima terça-feira, às 17h45 (de Brasília), pela Liga dos Campeões, diante do Paris Saint-Germain. O GloboEsporte.com transmite ao vivo em vídeo e também em tempo real.

Fonte:Globo Esporte

0 comentários:

Postar um comentário