sábado, 14 de novembro de 2015

Afastamento de presidente deverá causar saída de Sampaoli no Chile

Uma notícia nada agradável para a torcida chilena atingiu o país na madrugada de quinta para sexta. Jorge Sampaoli, técnico da seleção e responsável por levar o Chile ao título da Copa América em 2015, deverá demitir-se do seu cargo em breve. A motivação seria o afastamento do presidente da Federação, Sergio Jadue, por licença médica.

Sampaoli pode se demitir em breve do cargo de treinador chileno (Getty Images)

Jadue ficará longe de suas funções por 30 dias, e a distância do presidente impossibilitaria que Sampaoli seja segurado no cargo. Desde a final da Copa do Mundo em 2014, o mandatário tem sido grande responsável pela manutenção do técnico argentino no cargo, considerado um grande aliado do comandante.

“O Departamento de Comunicações informa que o Conselho de Administração da ANFP [Associação Nacional de Futebol Profissional] recebeu nesta quinta-feira uma licença médica do presidente Sergio Jadue, que solicitou uma autorização legal de 30 dias para deixar o seu trabalho na corporação”, explicou um comunicado oficial da Federação.

Como o regimento da ANFP exige que novas eleições sejam marcadas caso Jadue não se recupere nos 30 dias de licença, a notícia preocupa Sampaoli, que já estaria considerando deixar o comando da seleção chilena.

“Ainda não tenho conhecimento do assunto. É difícil falar sobre uma situação a qual não fui informado e não tenho nenhum detalhe. Quando eu for informado sobre o assunto, saberei qual medida devo tomar como treinador”, comentou o técnico.

Fonte:Fox Sports

0 comentários:

Postar um comentário