domingo, 18 de outubro de 2015

Platini propôs novas regras durante polêmico trabalho para Blatter

Um dos motivos da suspensão de Joseph Blatter e Michel Platini de atividades relacionadas ao futebol foi o pagamento de 2 milhões de francos suíços (cerca de R$ 8 milhões, atualmente) pelo suíço ao francês com verba da Fifa, em 2011. Neste sábado, o jornal espanhol "As" revelou o que o ex-jogador teria feito com o dinheiro: abriu um escritório em Paris para trabalhar em mudanças no esporte - incluindo novas regras -, a pedido do ex-presidente da entidade.

Em sua defesa no caso, Platini alegou que foi contratado pela Fifa para realizar trabalhos entre janeiro de 1999 e junho de 2002. Segundo o "As", o francês acertou com o suíço que faria o serviço em Paris, sem precisar mudar-se para Zurique, onde é a sede da entidade.

Michel Platini e Joseph Blatter estão suspensos de atividades relacionadas ao futebol por 90 dias (Foto: Getty Images)

Na capital francesa, o atual presidente da Uefa teria alugado um escritório em um dos melhores pontos da cidade e trabalhado lá por 42 meses, contratando várias pessoas - incluindo Alain Leiblang, ex-funcionário da Fifa. O jornal diz que Blatter combinou um pagamento mensal a Platini, mas ficou devendo os 2 milhões de francos, que foram cobrados pelo francês para quitar as dívidas do escritório em 2011.

O "As" revelou ainda qual tipo de trabalhos Platini realizou para Blatter durante o período. Como membro de várias comissões da Fifa, o francês tinha que viajar com frequência a Zurique. Em Paris, comandou alguns estudos pedidos pelo suíço: a viabilidade de uma Copa do Mundo a cada dois anos, otimizar o calendário do futebol internacional e sugerir novas regras para o jogo. Entre elas, propôs proibir substituições nos últimos 25 minutos das partidas para evitar perda de tempo e expulsões e também sugeriu acabar com a punição ao "último homem" - expulsão e pênalti (sugestão que foi levada à International Board por Blatter, mas vetada).

Fonte:Globo Esporte

0 comentários:

Postar um comentário