quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Cristiane e Érika assinam com PSG e vão jogar na Champions feminina

O Paris Saint-Germain terá mais dois reforços brasileiros. Mas não vão atuar ao lado de David Luiz, Thiago Motta, Lucas, Marquinhos, Maxwell e Thiago Silva. Titulares da seleção feminina, a atacante Cristiane e a zagueira Érika assinaram com o clube francês e foram anunciadas nesta quarta-feira.
Assim como a colega de seleção Andressa Alves - que fechou com o Montpellier -, a artilheira será mais uma a disputar o Campeonato Francês - além da competição nacional, o PSG disputa a Liga dos Campeões feminina. Aos 30 anos, ela garante ser uma vitória depois da lesão na clavícula. A atacante temeu pelo desempenho do Brasil no Mundial, mas o final acabou sendo feliz.

- Para mim, é uma alegria e um reconhecimento de tudo que fiz na seleção. A comissão técnica do Brasil também ajudou na minha recuperação na clavícula (ela sofreu uma lesão no final de 2014 e precisou passar por cirurgia e depois uma longa recuperação). É legal ter dado a volta por cima em meio às dificuldades mesmo a gente não tendo tido sucesso no Mundial. Achei que poderia atrapalhar. Mas já conhecia a comissão técnica aqui (da passagem pelo Rossiyanka, da Rússia, em 2012). Com 30 anos, tenho que agarrar essa oportunidade - disse Cristiane

A recepção ao chegar ao PSG não poderia ser melhor. A atleta teve o carinho dos jogadores brasileiros, que lhe desejaram sorte e mostraram total apoio à nova colega de escudo. A "trombada" ocorreu logo depois do treinamento na terça-feira. As equipes feminina e masculina trabalham em CTs separados, mas a atleta esteve no espaço dos compatriotas somente para realizar os exames médicos.

- Os brasileiros são ídolos aqui. Quando fui fazer os exames médicos na terça-feira bati um papo com todos eles: David Luiz, Maxwell, Lucas, Marquinhos, Thiago Silva. Encontrei no final do treino deles, pois tive a felicidade de trombar com eles. São bem atenciosos. Falaram que, se eu precisasse de qualquer coisa, era só contar com eles e desejaram boa sorte - afirmou.

Erika e Cristiane apresentação Paris Saint-Germain PSG (Foto: Reprodução de vídeo)

Cristiane não teme ficar fora dos amistosos do Brasil contra França, em setembro, e também diante dos Estados Unidos, em outubro. As datas Fifa permitirão que ela seja liberada pelo PSG. A seleção, aliás, está em seu pensamento constantemente. A atacante quer aproveitar a passagem pelo futebol francês para ganhar um rendimento maior e, com isso, contribuir ainda mais na disputa dos Jogos Olímpicos em 2016.

- Eu acho que aqui toda parte tática, técnica e física é algo para se aproveitar. Tenho que tirar o máximo proveito por jogar na Europa e estar ao lado de outras atletas de seleções. Ganhar força e melhorar bastante.

Fonte:Globo Esporte

0 comentários:

Postar um comentário