sexta-feira, 10 de julho de 2015

AC/DC: baterista é condenado a 8 meses de prisão

O músico Phil Rudd, baterista da banda AC/DC, foi julgado na tarde desta quinta-feira (9), pela Corte Distrital de Tauranga, na Nova Zelândia. Após se declarar culpado pelas acusações de ameça de morte e porte de maconha e metanfetamina em abril desse ano, Rudd foi condenado a cumprir 8 meses de prisão domiciliar.

De acordo com o site AC/DC Brasil, o juiz Thomas Ingram disse em sessão: “Está claro pra mim que você não fez o suficiente para justificar a gravidade das acusações”. O juiz também pontuou que o baterista teve muitas chances de se tratar das drogas.

O músico foi orientado a cumprir a pena sem consumir álcool ou drogas. Rudd também terá que obedecer as regras de liberdade condicional, além de ter que aceitar ser monitoramento via GPS.
O futuro de Phil Rudd na banda permanece incerto.

0 comentários:

Postar um comentário