quinta-feira, 7 de maio de 2015

Homem mais rico da África admite desejo de comprar o Arsenal

Terceiro lugar no Campeonato Inglês e na luta pelo vice da Premier League, o Arsenal, que já é um dos clubes mais poderosos do mundo, pode receber fortes investimentos em um futuro não muito distante. O empresário nigeriano Aliko Dangote, homem mais rico da África, segundo a "Forbes", confirmou que pretende comprar os Gunners em breve, o que aliás já tentou fazer em 2010.

- Eu ainda espero, algum dia, pelo preço certo, comprar o clube. Eu posso fazer isso, não por um preço ridículo, mas por um valor irrecusável para os atuais proprietários. Eu tenho uma estratégia - disse o bilionário em entrevista à emissora Bloomberg.

Atualmente, o Arsenal tem como principal acionista o magnata americano Stan Kroenke, que garante não pensar em deixar o clube no momento. Com cerca de 30%, Alisher Usmanov, de Uzbequistão, é o outro sócio, que também já expressou sua vontade de permanecer com os Gunners.

- Temos US$ 16 bilhões (R$ 48,9 bilhões) para fazer investimentos nos próximos anos. Nesse momento quero elevar o meu próprio negócio para outro nível. Quando terminar essa trajetória, então volto a pensar no Arsenal - complementou.

Aos 58 anos, o magnata é o comandante do Dangote Group, conglomerado que trabalha com petróleo, cimento, açúcar, sal, massas, bebidas, mercado imobiliário e outros interesses. Sua fortuna pessoal é estimada em US$ 15 bilhões (R$ 45,8 bilhões), segundo a revista "Forbes".
O magnata mostrou que conhece o clube e até se aproveitar para "cornetar" Arsène Wenger, técnico dos Gunners desde 1996.

- Acho que ele precisa mudar um pouco o seu estilo. Eles precisam de uma nova direção - concluiu.

Fonte:LanceNET

0 comentários:

Postar um comentário