quarta-feira, 22 de abril de 2015

Mudança de regra na Champions pode fazer Zenit cabeça-de-chave, e Real, não

A Uefa anunciou nesta terça-feira mudanças na regra de composição dos potes para o sorteio da fase de grupos da Uefa Champions League da próxima temporada. A partir de agora, a posição do clube no ranking de coeficientes da entidade perde força, passando a prevalecer o peso das federações.

Atualmente, os oito cabeças-de-chave dos grupos são definidos pelo atual campeão e os sete melhores clubes segundo o ranking da Uefa. Em 2015/16, o defensor do título seguirá privilegiado, mas as demais posições serão dos sete campeões nacionais dos principais centros do continente.

Também segundo a própria Uefa, esses campeonato são: o Espanhol, o Inglês, o Alemão, o Português, o Francês e o Russo. Se as competições acabassem hoje, por exemplo, o Zenit, líder da Premier League russa, seria cabeça-de-chave, enquanto o Real Madrid, segundo na Espanha, não.

O regulamento da Uefa também prevê o caso de uma mesma equipe ser campeã nacional de uma das sete grandes ligas e também da Champions. Nesse cenário, o oitavo cabeça-de-chave seria o vencedor do oitavo torneio na lista da entidade europeia, o Holandês, no caso o PSV Eindhoven.

Para a distribuição dos clubes nos outros três potes, o ranking de clubes da Uefa, definido no início da temporada, seguirá sendo usado. O regulamento também segue impedindo que clubes do mesmo país aparecem no mesmo grupo, vetando, por exemplo, uma mesma chave com Barcelona e Real Madrid.

0 comentários:

Postar um comentário