quinta-feira, 9 de abril de 2015

José Mourinho: "Tenho um problema. É que sou cada vez melhor em tudo"

José Mourinho tem um problema sério. E não é com a escalação do Chelsea. Líder do Campeonato Inglês com um jogo a menos e sete pontos a mais que o segundo colocado, ele está perto de incluir mais um troféu na sua longa lista de conquistas ao longo da carreira de treinador. A questão é outra. Tem a ver com a sua evolução profissional. Pouco modesto, Mourinho falou ao “The Telegraph” sobre sua fase, aos 52 anos.  

- Tenho um problema. É que sou cada vez melhor em tudo o que está relacionado com o meu trabalho. Na maneira como leio o jogo, na maneira como preparo o jogo, na maneira como treino, na metodologia. Sinto-me cada vez melhor. Mas há uma coisa que eu não mudo: não consigo ser hipócrita com a imprensa - gabou-se o treinador. 

O português tem no currículo duas Ligas dos Campeões, uma Liga Europa, dois Campeonatos Italianos, um Espanhol, levou duas vezes o Inglês e o Português, uma vez a Copa do Rei, a FA Cup e algumas Supercopas. Treinou grandes europeus como Porto, Inter de Milão, Real Madrid e está na segunda passagem pelo Chelsea. O segredo, segundo ele, está no trato com os comandados. 

- Quando você treina os melhores jogadores do mundo, o mais importante não é a competência técnica que tem para o fazer, mas a relação e a empatia criada com eles. É claro que é preciso ter conhecimento do que é o jogo, mas o mais importante é a empatia que você tem com os jogadores individualmente e com a equipe no geral.

E quais seriam os onze jogadores favoritos de Mourinho? O técnico escalou o time com Cech; Zanetti, Terry, Ricardo Carvalho e Williams Gallas; Makelele, Lampard, Özil e Hazard; Drogba e Cristiano Ronaldo. Deste time, Cech, Drogba, Hazard e Terry são os que ele treina atualmente. 

Os quatro estarão à disposição para próximo compromisso do técnico com o Chelsea, no sábado, às 9h30 (horário de Brasília), contra o Queens Park Rangers, no Loftus Road, pela 32ª rodada.  

Fonte:Globo Esporte

0 comentários:

Postar um comentário