quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Arrigo Sacchi critica base italiana com frase polêmica: "Há muitos negros"

Ex-treinador e conhecido por passagens pelo Milan e pela seleção italiana - foi vice da Copa do Mundo de 1994 diante do Brasil -, Arrigo Sacchi acabou envolvido em polêmica após fazer críticas às categorias de base do futebol de seu país. Ao reclamar da presença em excesso de estrangeiros nas equipes, deu a declaração de que há "muitos jogadores negros" e gerou repercussão com a frase.

- Eu não sou racista e, certamente, a minha história como treinador demonstra, a partir de (Frank) Rijkaard, mas ao olhar para o torneio de Viareggio (um dos mais tradicionais do mundo em categorias de base), eu diria que há muitos jogadores negros. A Itália não tem dignidade, nem orgulho. Não é possível ver equipes com 15 estrangeiros - disse Sacchi.

Insatisfeito com a interpretação que a frase gerou em diversos locais, o italiano de 68 anos tentou esclarecer o ocorrido mais tarde. Em entrevista ao Gazzetta dello Sport, disse que foi um mal-entendido, e que sua intenção era alertar para uma perda de identidade nacional.

- Imagine se eu sou racista... eu só disse que eu já vi um jogo com uma equipe que escalou quatro meninos de cor. Minha história é clara, eu sempre treinei equipes com diferentes tipos de cores, tanto em Milão quanto em Madri (treinou o Atlético no fim dos anos 90). Eu só queria salientar que estamos perdendo o orgulho e identidade nacional - justificou-se

Fonte:Globo Esporte

0 comentários:

Postar um comentário