Bem-vindo ao Futebol, Mulher e Rock n' Roll

Seja muito bem-vindo ao site, o seu site sobre as melhores paixões nacionais. Aqui você fica informado de tudo, além de termos conteudos exclusivos.

Entrevista

A nossa entrevistada é a Miss Bumbum SC, Luciane Hoepers.

Futebol

Aqui você fica sabendo de tudo sobre o futebol, nacional, internacional.

Mulher

O que nós homens seriamos sem as nossas mulheres.Bem eu não quero nem imaginar. Aqui nós a tratamos com todo cuidado que elas merecem.

Rock

Nós aqui tratamos sobre o Rock e todos os seu generos. Eu disse Rock e seus generos se você é fã de bandas coloridas caia fora agora!

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Balotelli brilha, Itália elimina a Alemanha e está na final da Eurocopa


O futebol precisa dos anti-heróis para tornar-se menos "politicamente correto" e insosso. Personagem de inúmeras polêmicas e celeumas extra-campo, o controvertido Balotelli levou a Itália à final da Eurocopa contra a Espanha, eliminou a poderosa Alemanha marcando duas vezes na vitória por 2 a 1, em Varsóvia, e colocou a Azzurra na Copa das Confederações de 2014, no Brasil.

A Itália, que segue sem perder para a Alemanha em jogos decisivos, enfrenta a Espanha, no próximo domingo, às 15h45min (horário de Brasília), em Kiev, na Ucrânia.

A Alemanha teve velocidade, volume de jogo e chances para marcar o primeiro gol. Os primeiros minutos indicavam que seriam uma pressão descomunal. Pirlo salvou em cima da linha. A defesa da Itália levou sorte no lance seguinte porque a bola bateu em Barzagli, saindo pela linha de fundo. E o mastodôntico Buffon espalmou disparo complicado de Kroos.

Mas a Azzurra tem um meio de campo paciente e sapiente. Começou testando Neuer com chutes de fora da área, sem conseguir penetrar na área rival.

Depois, duas enfiadas preciosas e conclusões cirúrgicas. Cassano apareceu do lado esquerdo e centrou para Balotelli, que, de cabeça, jogou no contrapé do goleiro alemão.

Novo lançamento para o "bad-boy" (Montolivo foi o autor), que fulminou Neuer. Ou seja, em dois lances. Dois gols.

O time alemão não teve escolha. Seguir pressionando e tentar, ao máximo, ficar com a bola. Reus tentou colocar fogo no jogo. Klose substituiu um apagadíssimo Mario Gomez. O gol saiu apenas com Özil nos descontos, numa cobrança de pênalti.

A Itália soube se defender muito bem. Além do ótimo Buffon, um dos pontos fortes do time de Prandelli é o desarme e o bloqueio das jogadas do adversário. A Espanha, próximo rival, já havia sofrido com o poder de marcação da Azzurra durante a fase de grupos.

Fonte:ZhEsportes

Muse divulga a música tema das Olimpíadas de Londres; ouça “Survivor”


É do Muse a honra de ter uma música usada como tema oficial das “Olimpíadas de Londres”. A faixa “Survival” será tocada quando os atletas entrarem nos estádios para competir e nas cerimônias de entrega de medalhas. Em comunicado oficial, o vocalista Matt Bellamy não escondeu a felicidade do trio. 

“É uma grande honra ter a faixa escolhida como uma parte importante das Olimpíadas de Londres”, afirmou. “Eu a escrevi pensando nos Jogos, já que ela transmite um senso de convicção e determinação para buscar a vitória”, completou.

A canção estreiou na tarde desta quarta-feira (27), na durante a programação da BBC Radio 1. Para o mês de setembro, o Muse agendou o lançamento de seu próximo álbum, intitulado “The 2nd Law”. Ouça “Survival”, na íntegra:

 

 Os outros artistas que gravarão faixas para a ocasião são: Elton John e PNAU, cuja canção será lançada em 16 de julho, Delphic (23 de julho), Chemical Brothers (30 de julho) e Dizzee Rascal (6 de agosto).

 Fonte:CifraClub

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Espanha bate Portugal nos pênaltis e está na final da Eurocopa

Portugal mostrou ser o rival mais complicado para a Espanha nesta Eurocopa, nesta quarta-feira na Donbass Arena, em Donetsk. Isso porque a seleção lusa conseguiu marcar a saída de bola espanhola e impedir a troca de passes característica da Fúria. Mesmo com maior posse de bola, os campeões mundiais pararam na muralha portuguesa e depois de 120 minutos de bola rolando o placar ficou em 0 a 0.

Mas na disputa por pênaltis a sorte esteve ao lado da Espanha, que venceu por 4 a 2 e fará a final da Eurocopa, no domingo, em Kiev. Sem conseguir se aproximar muito da área, os espanhóis não conseguiram criar jogada alguma que levasse perigo ao goleiro Rui Patrício. O arqueiro português só foi exigido no segundo tempo no chute de fora da área de Xavi.

A Espanha se ressentiu de um atacante mais poderoso. A tentativa de Del Bosque com Negredo e David Silva não rendeu frutos, pois a forte marcação portuguesa impedia que a bola chegasse à dupla. Daí as entradas de Fàbregas e Navas no segundo tempo.

Outra alteração que chamou a atenção foi a saída de Xavi para a entrada do atacante Pedro, um sinal de que o o jogo de toque de bola espanhol não estava funcionando.

Ao contrário foi o jogo de Portugal. Quando conseguia tomar a bola, saía em velocidade para tentar surpreender a defesa espanhola. Nani e Cristiano Ronaldo desciam pelas pontas, dando muito trabalho a Sergio Ramos e Jordi Alba.

É certo que as finalizações portuguesas foram todas para fora, mas foi o time luso que chutou mais a gol e esteve mais perto de tirar o zero no placar durante os 90 minutos. Infelizmente a pontaria de Cristiano Ronaldo não estava tão calibrada como o camisa 7 desejava, e invariavelmente os arremates saíam por cima do gol de Casillas. O astro do Real Madrid teve a chance de definir o duelo nos minutos finais, quando recebeu cara a cara com Casillas e mandou a bola na arquibancada da Donbass Arena.

O tempo passava e a permanência do 0 a 0 transformava a partida em um calderão de nervosismo. As entradas ríspidas se sucediam e muitos cartões amarelos foram mostrados no segundo tempo pelo árbitro turco Cüneyt Çakir. A prorrogação acabou sendo uma consequência óbvia.

Na prorrogação a Espanha ganhou o domínio do jogo. Jogar em alto ritmo, marcando em cima durante os 90 minutos, esgotou os jogadores portugueses. Agora Portugal apenas se defendia e os espanhóis sufocavam. Já no primeiro tempo dos 30 minutos extras, a Fúria teve a sua melhor chance na partida. Curiosamente a jogada nasceu de um chute bisonho de Navas, que não saiu. Pedro recolheu a bola, deu dois chapéus sobre João Pereira e passou para Iniesta, quase na pequena área, finalizar. Rui Patrício executou o seu milagre, impedindo o gol certo.

A defesa portuguesa brilhou no segundo tempo da prorrogação. Rui Patrício fez outra grande defesa em chute de Navas, Pepe, Bruno Alves e Fábio Coentrão espanavam todas as bolas. Os espanhóis dominavam, empurravam os lusos, que resistiam bravamente e conseguiram levar a decisão da vaga na final para os pênaltis.

Os espanhóis começaram mal, pois Rui Patrício defendeu o arremate de Xabi Alonso. Porém João Moutinho também foi parado por Casillas e Bruno Alves mandou a bola no travessão. Cristiano Ronaldo sequer teve chance de bater a última cobrança portuguesa, pois Fàbregas converteu o dele. A bola ainda tocou na trave antes de morrer nas redes. Portugal não pode resistir à sorte espanhola.



Fonte:ZhEsportes

Shadowside anuncia super show em São Paulo

Foram seis longos anos de espera, mas os fãs paulistanos da Shadowside já podem comemorar. A produtora Dark Dimensions orgulhosamente anuncia a apresentação da banda que atualmente é um dos principais expoentes da música brasileira no exterior, para o próximo dia 21 de julho, no Carioca Club, em São Paulo, ao lado dos canadenses do The Agonist.

Os ingressos para o evento que curiosamente marca o super encontro de duas das musas do heavy metal, Dani Nolden (Shadowside) e Alissa White-Gluz (The Agonist), já estão à venda. Os convites custam R$ 80,00 (pista promocional e estudante) e R$ 120,00 (camarote com direito a foto e autógrafos - compra somente online em http://darkdimensions.webstorelw.com.br).

Neste momento, o The Agonist está lançando o álbum "Prisoners" via Century Media Records. Este trabalho está disponível para audição em http://loudwire.com/the-agonist-prisoners-exclusive-album-stream/.


Alissa White-Gluz e Dani Nolden, as musas do metal, prometem muita energia e beleza no palco do Carioca Club
Crédito das fotos: The Agonist (divulgação) - Shadowside (Irisbel Mello)


Já a Shadowside está em plena promoção de "Inner Monster Out", trabalho que inaugura uma nova tendência ao cenário do Heavy Metal no Brasil e foi considerado um dos melhores discos lançados em 2011 pelos principais meios de comunicação. Este álbum foi gravado, mixado e masterizado por Fredrik Nordström, um dos principais produtores de Heavy Metal da atualidade, no Fredman Studio, em Gotemburgo, Suécia. O CD tem a participação especial dos vocalistas Mikael Stanne (Dark Tranquillity), Björn "Speed" Strid (Soilwork) e Niklas Isfeldt (Dream Evil). A versão nacional do disco traz a releitura de Inútil, clássico dos anos 80, com Roger Moreira, líder do Ultraje a Rigor!, dividindo os vocais com Dani Nolden.

Recentemente, o grupo agendou uma série de shows para o mês de Julho: Santos (13/07 - Teatro Guarany), Araraquara (14/07 – Araraquara Rock Festival), Belo Horizonte (15/07 – Stonehenge Rock Bar) e Bauru (20/07 – Jack Music Pub). Existe grande expectativa em torno dessas performances, pois a banda não se apresenta em território nacional há um bom tempo.


Serviço São Paulo
Dark Dimensions orgulhosamente apresenta: The Agonist e Shadowside
Data: 21 de julho, sábado
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 - Pinheiros (próximo a estação Faria Lima do Metrô)
Hora: 19h00
Abertura da casa: 17h
Ingressos:
Carioca Club: (11) 3813-8598 | 3813-4524 | 3814-5711
Galeria do Rock: Rockland (11) 3362 2606 | LADYSNAKE (11) 3333-6931
Veda online: http://darkdimensions.webstorelw.com.br/products/the-agonist-pista-02-slash-07-slash-12
Preços: R$ 80,00 (pista promocional e estudante) e R$ 120,00 (camarote com direito a foto e autógrafos - apenas online).
Cartaz: http://bit.ly/LRRtun

Serviço Santos
Ordem Cultural dos Headbangers do Brasil apresenta:
Shadowside + Salário Minimo + Command 6
Data: 13/07, sexta-feira - Dia Municipal do Rock
Local: Teatro Guarany
End: Praça dos Andradas, s/n
Hora: 20h
Abertura da casa: 19h30
Ingressos: apenas R$ 5,00 (cinco reais)
Ponto de vendas: Top Shirts (13) 3284.3552 | Dr. Music (13) 3327.7320 | Estúdio Lobo Mau (13) 3233.8966 | SECULT (13) 3226.8000
Infos: (13) 9117.2391
Apoio: SECULT - Secretaria de Cultura de Santos e Gráfica Avaron

terça-feira, 26 de junho de 2012

O primeiro DVD da carreira solo de Tarja Tururen - "Act I"

No dia 24 de Agosto, a cantora, Tarja Tururen irá lançar o primeiro CD/DVD ao vivo da sua carreira solo intitulado "Act I", gravado ao vivo em Rosário, na Argentina, em 30 e 31 de março.

O DVD foi gravado por 10 câmeras em HD no teatro El Círculo na Argentina em março desse ano.


Capa do DVD da Tarja Turunen

Curiosidades:

  1. O primeiro DVD conterá o show completo do primeiro dia de gravação, e o segundo conterá músicas executadas somente no segundo dia de filmagem. 
  2. As capas do DVD e do  Blu-Ray são com a Tarja em poses diferentes.
  3. O produto ainda contará com vários extras de fotos e vídeos.
  4. Os fãs poderão participar de um concurso para terem suas fotos incluídas no DVD e ainda ganharem uma viagem paga para ver um show da nova turnê da finlandesa
  5. As fotos para o encarte foram tiradas no Teatro El Círculo (Argentina), onde foram gravados os shows. 
  6. Ao contrário do que foi noticiado em alguns outros fã- sites, o DVD NÃO incluirá imagens dos shows no Brasil.



Veja abaixo o tracklist completo:

CD 1

01. Anteroom Of Death
02. My Little Phoenix
03. Dark Star
04. Naiad
05. Falling Awake
06. I Walk Alone
07. Little Lies
08. Into The Sun (não lançada)
09. Nemo (NIGHWISH)
10. Never Enough (não lançada)
11. Still Of The Night (WHITESNAKE)
12. In For A Kill

CD 2

01. Boy And The Ghost
02. Lost Northern Star
03. Ciaran's Well
04. Tired Of Being Alone (wescrita com Schiller)
05. Where Were You Last Night / Heaven Is A Place On Earth / Livin' On A Prayer (Medley)
06. Underneath
07. Oasis / The Archive Of Lost Dreams
08. Crimson Deep
09. The Phantom Of The Opera (Andrew Lloyd Webber)
10. Die Alive
11. Until My Last Breath
12. Over The Hills And Far Away (Gary Moore)

DVD 1

01. If You Believe
02. Anteroom Of Death
03. My Little Phoenix
04. Dark Star
05. Naiad
06. Falling Awake
07. I Walk Alone
08. Orpheus Hallucination / Orpheus In The Underworld
09. Little Lies (banda)
10. Little Lies
11. Into The Sun (não lançada)
12. Nemo
13. Rivers Of Lust
14. Minor Heaven
15. Montañas De Silencio
16. Sing For Me
17. I Feel Immortal
18. Never Enough (não lançada)
19. In For A Kill
20. Toccata And Fugue D-minor (BWV 565) (Johann Sebastian Bach)
21. The Phantom Of The Opera (Andrew Lloyd Webber)
22. Die Alive
23. Until My Last Breath
24. Over The Hills And Far Away (Gary Moore)

DVD 2

01. Boy And The Ghost
02. Lost Northern Star
03. Ciaran's Well
04. Tired Of Being Alone (escrita com Schiller)
05. Where Were You Last Night / Heaven Is A Place On Earth / Livin' On A Prayer (Medley)
06. Underneath
07. The Reign
08. Oasis/The Archive Of Lost Dreams
09. Still Of The Night (WHITESNAKE)


Capa do Blu-ray da Tarja Turunen


Eurocopa movimenta mercado de transferências


A Eurocopa se aproxima do fim – quarta e quinta serão disputadas as semifinais – e o mercado de transferências ganha força. Muitos jogadores que devem gerar grandes lucros e dividendos aos seus clubes estão nas quatro seleções que disputam duas vagas na final da competição: Espanha, Portugal, Itália e Alemanha.

Atual campeã mundial e da Euro, a Espanha é a seleção que tem mais jogadores de ponta envolvidos em negociações. Quatro podem mudar de equipe. Com destaque para David Silva, do Manchester City, e Jordi Alba, do Valencia. Ambos podem ser contratados por Real Madrid e Barcelona, respectivamente.

Jordi Alba

A novela envolvendo a transferência do lateral Jordi Alba do Valencia para o Barça deve ter muitos capítulos. O jogador, que teve uma passagem pela cantera (base) do clube catalão e acabou dispensado, pode render 15 milhões de euros (R$ 38 milhões) ao Valencia, que ameaça cortar relações com o Barcelona após este ter contratado jovens de 10 e 11 anos das categorias de base.

Jordi Alba, questionado sobre o assunto, deixou claro que não tratará de transferência enquanto a seleção espanhola estiver na disputa da Eurocopa.
– Sim, tenho visto notícias sobre o assunto. Mas estou na seleção, estamos na disputa da Eurocopa e não podemos pensar em algo que não seja isso – disse ao LANCE!
Revelação

Na Alemanha, considerada uma das favoritas ao título, uma jovem promessa vem chamando a atenção do Chelsea. Trata-se de André Schürrle, do Bayer Leverkusen, que teve sua oportunidade como titular na seleção na vitória por 4 a 2 sobre a Grécia, na sexta-feira passada, em Gdansk (POL). O clube inglês pode até pagar 14 milhões de euros (R$ 36 milhões).

Em negociação...

ESPANHA
David Silva
Pode trocar o M. City pelo Real Madrid - R$ 119 milhões
Jordi Alba
Está perto de ser anunciado pelo Barça - R$ 39 milhões
Pedro
Liverpool sonha com a cria do Barcelona - R$ 72 milhões
Javi Martínez
O City deve oficializar proposta ao Bilbao - R$ 57 milhões
PORTUGAL
Raúl Meirelles
Pode trocar o Chelsea pelo milionário Anzhi - R$ 36 milhões
ALEMANHA
André Schürrle
Chelsea quer a joia do Bayer Leverkusen - R$ 36 milhões
ITÁLIA
Borini
A Roma deve perder o atleta para o Liverpool - R$ 20 milhões
Montolivo
O Arsenal sonha com jogador da Fiorentina R$ 34 milhões

COM A PALAVRA
Thorsten Mesch - Repórter do site Sport1.de (ALE)

'Clubes buscam reforços nesta época'
É comum esse tipo de negociação durante uma competição como a Eurocopa. É a época que os clubes têm para reforçar seus elencos. O Jordi Alba, por exemplo, vem crescendo na competição, claro que chamaria a atenção de grandes clubes. O Barcelona busca um lateral-esquerdo para chegar e assumir a posição. E o Valencia não conseguirá segurar. Na Alemanha, não há tantas negociações porque quase todos os jogadores estão satisfeitos em seus clubes. O Schürrle é uma promessa, por isso há interesse nele. Se o Chelsea chegar com uma grande proposta... Bom, nesse caso acho difícil o Leverkusen não vender.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Andre Matos revela possível nome de seu novo álbum



O músico Andre Matos realizou, no último domingo (24), um workshop no evento “Rio Rock & Blues”, na cidade do Rio de Janeiro. Durante a sessão, o artista foi questionado por um dos participantes sobre o seu novo trabalho, previsto para ser lançado no próximo mês de agosto.

Andre revelou que o disco terá 11 faixas, sendo uma a provável faixa título do álbum, “The Turn Of The Lights”, que em tradução livre “A Virada Das Luzes”. O cantor também afirmou que o trabalho já está no momento de passar pelos processos finais de mixagem.

Fonte:CifraClub

Arsenal de Sarandí é campeão argentino

O Arsenal de Sarandí sagrou-se neste domingo campeão argentino pela primeira vez. O clube, que foi fundado pelo presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona, e está na elite desde 2002, derrotou o Belgrano por 1 a 0, em Sarandí, e conquistou o Torneio Clausura. O gol do título histórico foi marcado por Lisandro López, aos 27 minutos do segundo tempo.

O Tigre, que chegou à última rodada com o mesmo número de pontos do Arsenal, ficou no empate com o Independiente em 2 a 2, em Victória. Se não foi suficiente para dar o título, o empate serviu para salvar o Matador do rebaixamento. Luna abriu o placar para o Tigre, mas a virada do Independiente chegou com dois tentos de Rodríguez. Faltando dez minutos para o fim do jogo Morales, de pênalti, deixou tudo igual.

Com remotas chances de conquistar o título, o Boca Juniors foi até o bairro de Floresta, em Buenos Aires, com um time reserva e perdeu para o All Boys por 3 a 1. Os três gols dos Albos foram marcados por Perea, com Sauro descontando no último minuto para os Xeneizes.

A luta contra o descenso também foi emocionante. Em situação dramática, na zona de rebaixamento direto, o San Lorenzo precisava de uma vitória sobre o San Martín de San Juan e uma combinação de resultados. Conseguiu. Jogando no Nuevo Gasómetro, o Cuervo venceu por 3 a 1, com dois gols do uruguaio Bueno e outro de Kanneman. Caprari descontou para o San Martín.

Como o Banfield acabou derrotado pelo Colón por 3 a 0, tanto San Lorenzo quanto San Martín irão disputar a repescagem para tentar a permanência na Primeira Divisão. O San Lorenzo enfrenta o Instituto de Córdoba, enquanto o San Martín pega o Rosario Central.

Quanto ao Banfield, a equipe se juntou ao Olimpo na queda direta para a Segunda Divisão. O Taladro perdeu para o Colón com gols de Prediger e dois de Fuertes. A partida, que foi disputada no Estádio Florencio Sola, em Banfield, não chegou ao fim. Distúrbios dentro da torcida do time da casa fizeram o árbitro Federico Beligoy encerrar o jogo aos 38 minutos do segundo tempo.

O Atlético Rafaela, que também lutava contra o descenso, fez a sua parte e bateu o Godoy Cruz, em Mendoza, por 3 a 1. Gols de Fontanini, Carrera e Castro para os visitantes, e de Ramírez para o time da casa.

Torneio Clausura (19ª rodada)

Sexta-feira (22/06)

Olimpo 0 x 0 Argentinos Juniors
Newell's Old Boys 0 x 0 Lanús

Sábado (23/06)

Racing 1 x 2 Vélez Sarsfield

Domingo (24/06)

San Lorenzo 3 x 1 San Martín de San Juan
Unión 2 x 2 Estudiantes
All Boys 3 x 1 Boca Juniors
Banfield 0 x 3 Colón
Godoy Cruz 1 x 3 Atlético Rafaela
Tigre 2 x 2 Independiente
Arsenal de Sarandí 1 x 0 Belgrano
 
Fonte:LanceNET

domingo, 24 de junho de 2012

Nos pênaltis, Itália vence Inglaterra e enfrenta Alemanha nas semis


Neste domingo, a Itália venceu a Inglaterra por 4 a 2, nos pênaltis, após empate por 0 a 0 no tempo regular, e avançou à semifinal da Eurocopa após 12 anos de espera. Nas semis da competição continental, a Azurra terá como adversária a Alemanha. A última vez em que os italianos fizeram tal feito foi em 2000, quando a seleção foi vice-campeã.



Os torcedores que compareceram à praça esportiva tiveram a impressão inicial de que o jogo seria muito movimentado. Isto porque logo aos três minutos do primeiro tempo, De Rossi arriscou lindo chute da intermediária e acertou a trave de Hart. Dois minutos depois, Johnson respondeu e saiu na cara do gol de Buffon, mas pegou mal na bola e o arqueiro italiano fez a defesa.

No entanto, após estas chances, a partida decaiu tecnicamente. A Itália controlou totalmente a posse de bola durante todo tempo, utilizando o lado esquerdo de seu campo com Balzaretti e arriscando muito de fora da área. Já a Inglaterra se recuava muito, apostando nas arrancadas pelas laterais de Rooney e Welbeck, que atuavam isolados do resto da equipe.Já na etapa complementar, a Azurra foi superior e buscou o gol nos momentos iniciais, mas, em dia pouco inspirado para os atacante Cassano e Balotelli, não conseguiu balançar as redes. Os italianos voltaram a sofrer com a retranca inglesa e a partida teve o seu ritmo diminuído novamente.

Poucas chances de gol apareceram e a decisão se encaminhou para a prorrogação.No tempo extra, as duas seleções nacionais foram sonolentas e pouco criaram. Em uma das únicas oportunidades, Diamanti cruzou fechado e a bola tocou na trave de Hart, assustando os ingleses, que já pareciam conformados com a igualdade e a decisão indo para as cobranças de pênalti. Balotelli ainda chegou a balançar as redes, mas o bandeirinha assinalou impedimento.




Fonte:Placar

Mari Paraíba será capa da "Playboy" de julho


A jogadora de vôlei Mari Paraíba foi confirmada como capa da revista "Playboy" do mês de julho.

A atleta, que atualmente está sem clube, e que na última temporada defendia o Minas, já estava sendo assediada pela publicação há algum tempo.

Mari chegou a posar para a seção "Happy Hour" na edição de maio da revista masculina, mas sem estar completamente nua.



Fonte:F5

sábado, 23 de junho de 2012

Espanha vence França, espanta freguesia e pega Portugal na semi


A Espanha superou a freguesia para a França em jogos de campeonatos e avançou à semifinal da Eurocopa, neste sábado, em Donetsk, na Ucrânia. Depois de ter sofrido eliminações para os azuis em torneios importantes, a Fúria obteve a classificação com a vitória por 2 a 0, em duelo válido pelas quartas de final.

Apesar de a equipe de Vicente Del Bosque não ter exibido um grande futebol, Xabi Alonso garantiu a vitória com um gol de cabeça, ainda no primeiro tempo, e outro batendo pênalti, no fim da partida. Com isso, a atual campeã europeia e mundial enfrentará Portugal na semifinal da competição, na quarta-feira.

Com o resultado deste sábado, a Espanha pôs fim à série desconfortável diante dos franceses. Apesar de triunfos em amistosos, a Fúria sempre sofria quando os jogos tinham valor em torneios, pois sucumbiu diante do rival em partidas da Eurocopa (1984 e 2000) e da Copa do Mundo (2006).

O jogo - A primeira jogada ofensiva da partida surgiu pelo lado francês, depois que a defesa espanhola errou na saída e deu de presente para Cabaye, que viu a zaga desarrumada e tentou fazer a assistência para Benzema, mas o atacante não alcançou. Pouco depois, Fábregas pediu pênalti em disputa com Clichy, em lance que o árbitro considerou normal.

A Fúria tomou a iniciativa de trocar passes e procurar a melhor maneira de atacar, enquanto os franceses recuaram. Aos 18 minutos, a seleção do técnico Vicente Del Bosque abriu o placar, encontrando espaço mesmo com todo o time da França presente no sistema defensivo.

Iniesta carregou a bola pela esquerda e fez o lançamento por entre dois marcadores. Jordi Alba recebeu, avançou para ganhar na corrida de Debuchy e cruzou na segunda trave, onde apareceu Xabi Alonso completamente livre para cabecear no contrapé do goleiro e estufar as redes.

Depois do gol, a torcida da Espanha passou a gritar ‘olé’, aproveitando as trocas de passes da equipe. A França se sentiu na obrigação de avançar mais e tentou responder.
Porém, Iniesta ainda recebeu em boas condições na área e só não ampliou porque foi travado pela marcação.



Principal esperança francesa, Benzema tentou jogada individual e sofreu falta na intermediária. Na cobrança, Cabaye exigiu a defesa de Casillas. Antes do apito para o intervalo, Ribéry ainda tentou acionar o camisa 10, mas Sérgio Ramos tirou o perigo.A França adiantou sua marcação para o segundo tempo, com a intenção de mudar o panorama da partida. Depois de cruzamento de Ribéry, Debuchy cabeceou por cima do travessão. Do outro lado, Lloris saiu do gol para abafar nos pés de Fábregas. Porém, os dois times apresentavam dificuldades para criar jogadas de perigo. 

Com isso, os treinadores fizeram alterações.Pelo lado azul, Laurent Blanc colocou Nasri e Menez nas vagas de Malouda e Debuchy. Já nos atuais campeões mundiais, Fernando Torres e Pedro substituíram Fábregas e David Silva.No desespero para evitar a eliminação, Ribéry cruzou da esquerda e viu o goleiro Casillas dividir com Menez. Aos poucos, a disposição da França diminuiu, e o goleiro espanhol voltou a ser apenas um espectador da partida e viu o pênalti assinalado sobre Pedro. Aos 44, Xabi Alonso fez a cobrança para dar números finais ao placar.

FICHA TÉCNICA
ESPANHA 2 X 0 FRANÇA
Local: Donbass Arena, em Donetsk (Ucrânia)
Data: 23 de junho de 2012
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália)
Cartões amarelos: Sérgio Ramos, Cabaye e Menez
Gols: Xabi Alonso 18 do 1º; Xabi Alonso 44 do 2º

ESPANHA: Iker Casillas, Álvaro Arbeloa, Gerard Piqué, Sergio Ramos e Jordi Alba; Sergio Busquets, Xabi Alonso, Xavi e Andrés Iniesta (Cazorla); Fábregas (Fernando Torres) e David Silva (Pedro). Técnico: Vicente Del Bosque

FRANÇA: Lloris, Reveillere, Rami, Koscielny e Clichy; M’Vila (Giroud), Cabaye, Debuchy (Menez), Malouda (Nasri) e Ribéry; Benzema. Técnico: Laurent Blanc

Fonte:Placar

Revista Sexy divulga capa de julho com Gata do Paulistão e musa do Santos




A revista Sexy divulgou nesta quarta-feira (20) a capa da edição de julho com as musas Lorena Bueri e Sabrina Torres.

Na capa da publicação masculina, as duas musas aparecem de mãos dadas e com os seios colados sem sutiã.

Lorena Bueri foi representante do Bragantino no concurso Gata do Paulistão, e se tornou a vitoriosa da competição realizada da Federação Paulista de Futebol.

Já Sabrina Torres esteve na competição representante do Santos, mas não terminou o concurso com nenhum títulos.

Fonte:Virgula

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Alemanha fura retranca grega, vai às semis e mantém 100%


A Alemanha venceu a Grécia por 4 a 2 nesta sexta-feira, em Gdansk, na Polônia, e se classificou para as semifinais da Eurocopa. De quebra, os vencedores conseguiram manter os 100% de aproveitamento na competição até agora.

Apesar da retranca armada pelos gregos, a Alemanha não teve dificuldades em dominar o jogo e, principalmente no segundo tempo, transformar posse de bola em gols. Agora, Klose, Lahm e companhia esperam o vencedor de Inglaterra e Itália, que jogam no domingo.

O jogo - Antes da partida, o técnico alemão, Joachim Löw, afirmou que o jogo exigiria ‘muita paciência’ de seus comandados, por conta do esquema defensivo da Grécia. E foi exatamente o que aconteceu, pelo menos no começo do jogo.Apesar de ter ampla maioria da posse de bola, a Alemanha também tinha dificuldades em furar a retranca grega. Os alemães até conseguiam criar boas chances, mas não finalizar com calma. 



Já a Grécia apostava nos contra-ataques esporádicos e pouco produtivos de Samaras e Katsouranis.Até que, aos 40 minutos do segundo tempo, Lahm, em jogada característica, foi bem pela esquerda, cortou para dentro e mandou um petardo com efeito para o gol, abrindo o placar. No intervalo, o técnico da Grécia, o português Fernando Santos, fez duas substituições: Gekas entrou no lugar de Ninis, e Fotakis substituiu Tzavelas.As alterações, a princípio, surtiram efeito. Tanto que, aos dez minutos, Salpingidis puxou ótimo contra-ataque pela direita e cruzou para Samaras, que só empurrou para dentro do gol, deixando tudo igual.Mas a alegria e o sucesso da retranca dos gregos acabaram aí, e a qualidade técnica da Alemanha prevaleceu.

Alguns minutos depois, Boateng cruzou da direita, e Khedira, livre, pegou de primeira, marcando um golaço e botando a Alemanha na frente mais uma vez. Pouco depois, foi a vez de Klose subir mais do que Papadopoulos e marcar o terceiro dos alemães. 

Aos 28 minutos do segundo tempo, Reus chutou forte, a bola bateu no travessão e entrou, praticamente selando a vitória.Ainda deu tempo de, aos 43 minutos, o juiz marcar mão de Boateng dentro da área e dar pênalti. Salpingidis diminuiu para a Grécia, mas não foi o suficiente para estragar a festa e a classificação da Alemanha.


FICHA TÉCNICA
ALEMANHA 4 x 2 GRÉCIALocal: Arena Gdansk, em Gdansk (Polônia)
Data: 22 de junho de 2012 (Sexta-feira)
Horário: 15h45(de Brasília)
Árbitro: Damir Skomina
Assistentes: Primoz Arhar e Matej Zunic
Cartões amarelos: Samaras e Papasthatopoulos (Grécia)
GOLS: Alemanha: Lahm, aos 39 minutos do primeiro tempo; Khedira, aos 16 minutos do segundo tempo; Klose, aos 23 minutos do segundo tempo; Reus, aos 29 minutos do segundo tempo; Grécia: Samaras, aos 10 minutos do segundo tempo; Salpingidis, aos 44 minutos do segundo tempo

ALEMANHA: Neuer; Boateng, Hummels, Badstuber e Lahm; Khedira e Schweinsteiger; Özil (Gomez), Schurlle (Müller) e Reus (Gotze); Klose. Treinador: Joachim Löw

GRÉCIA: Sifakis; Torossidis, Papadopoulos, Papasthatopoulos e Tzavellas (Fotakis); Katsouranis, Maniatis, Makos (Liberopoulos), Ninis (Gekas) e Samaras; Salpingidis. Treinador: Fernando Santos

Fonte:Placar

Ratos de Porão: banda prepara vinil duplo com raridades


O líder da banda Ratos de Porão, João Gordo, informou, através do perfil do grupo no Facebook, que o vinil duplo “No Money No English” será lançado no início de julho.

“Daqui 2 semanas macacada !!!! vcs terão a oportunidade de completar sua coleção do RDP …. tá pra sair a raspa de tacho ‘NO MONEY NO ENGLISH’ 26 musicas em vinyl duplo de 180 gramas capa dupla feita pelo mestre Francisco Marcatti, um belissimo lançamento da LAJA e do meu selo imaginário Bruak Records comemorando porra nenhuma … tem cover do motorhead , cover do septic death um som inedito entre outras raridades que vc nunca ouviu dos anos 90 pra cá …aguardem”, postou.

Questionado por um fã, no Facebook, se “No Money No English” será lançado em CD, Gordo confirmou que sim, mas que isso irá ocorrer depois do lançamento em vinil.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Cristiano Ronaldo brilha de novo e põe Portugal na semifinal da Euro


Com mais uma grande atuação de Cristiano Ronaldo, Portugal garantiu sua classificação para a semifnial da Eurocopa 2012. O craque português fez o gol da vitória sobre a República Tcheca por 1 x 0, aos 34 minutos do segundo tempo, no estádio Nacional de Varsóvia, na Polônia.Autor de dois gols na vitória sobre a Holanda, na última rodada da primeira fase, Cristiano Ronaldo tem agora três gols e é um dos artilheiros da Euro ao lado de Mario Gomez (Alemanha), Dzagoev (Rússia) e Mandzukic (Croácia).



Primeira seleção já garantida nesta fase da competição, o time de Paulo Bento, que se classificou como segundo do Grupo B, encara o vencedor do duelo entre Espanha e França, marcado para este sábado.Diante da República Tcheca, Portugal teve amplo domínio durante os 90 minutos. Além da maior posse de bola (57% x 43%), os portugueses deram 20 chutes a gol contra apenas dois dos tchecos. Só Cristiano Ronaldo finalizou 8 vezes. Em uma delas, acertou a trave. Em outra, deu uma bela bicicleta, levando perigo ao gol de Cech.O primeiro embate de quartas de final da Eurocopa 2012 começou fraco. Sem criatividade no meio-campo, ao contrário do que foi contra a Holanda, Portugal insistia nos lançamentos em profundida. Antes dos dez minutos de jogo, o zagueiro Pepe já tinha realizado cinco, todos errados.

Já a República Tcheca tinha única jogada atacar pela esquerda, em cima de João Pereira. O marcador português por duas vezes perdeu os lances em seu setor – primeiro para Plasil, depois para Jiracek -, mas Pepe limpou sua barra.Ídolos do passado da seleção portuguesa, Luís Figo e Euzébio observavam de perto o desempenho da atual estrela do país. Herói no jogo contra a Holanda, Cristiano Ronaldo também foi o protagonista das poucas chances de gol de Portugal no primeiro tempo.Aos 24 minutos, ele recebeu na direita e chutou forte, obrigando o goleiro Peter Cech a fazer grande defesa – a jogada, contudo, já estava parada por falta do português. Mais tarde, o jogador do Real Madrid foi acionado por Pepe pelo alto e optou por tentar uma bicicleta. O lande foi bonito, porém pouco efetivo já que o tiro saiu longe do gol tcheco.A principal chance portuguesa só chegou aos 46 minutos, quando de novo Pepe lançou Cristiano Ronaldo, que dominou no peito, girou sobre a marcação e soltou a bomba.

A bola explodiu na trave, para desespero dos jogadores que estavam no banco de reservas.A República Tcheca também teve duas boas oportunidades para abrir o placar antes do intervalo, ambas pelo lado direito – curiosamente o contrário daquele de onde saíram as primeiras jogadas. Com Dandira, aposta do técnico, aberto no setor, a seleção efetuou dois cruzamentos rasteiros perigosos, que fizeram a zaga portuguesa se virar para afastar o perigo.Se a primeira etapa foi nivelada, por baixo, a segunda só deu Portugal.

E na maioria das vezes com Cristiano Ronaldo. O capitão do time quase abriu o placar em cobrança de falta que acertou a trave. Nani também chegou perto de marcar, mas Cech conseguiu espalmar. Quem balançou a rede foi Hugo Almeida, porém em impedimento e, portanto, o lance foi invalidado pela arbitragem.A minoria portuguesa nas arquibancadas do estádio – os tchecos eram maioria e ainda contaram com o apoio dos anfitriões poloneses – só pode soltar o grito de gol aos 34 minutos, quando Cristiano Ronaldo tentou do único jeito que não tinha tentado ainda e conseguiu, finalmente, marcar. Nani passou para Moutinho, que foi à linha de fundo e cruzou para a área, onde o jogador do Real Madrid subiu mais que todo mundo para abrir o placar.

REPÚBLICA TCHECA 0  x 1 PORTUGAL
Local: Estádio Nacional, em Varsóvia-POL
Árbitro: Howard Webb (ING)
Auxiliares: Michael Mullarkey (ING) e Sander van Roekel (HOL)
Gol: Cristiano Ronaldo aos 34 do 2º tempo
Cartões amarelos: Miguel Veloso e Nani (POR), Limbersky (TCH)
REPÚBLICA TCHECA: Cech; Gebre Selassie, Sivok, Kadlec e Limbersky; Hübschman (Rezek); Plasil, Kolar, Jiracek; Baros e Barida (Pekhart). T: Michal Bilek
PORTUGAL: Rui Patrício; João Pereira, Pepe, Bruno Alves e Fábio Coentrão; Miguel Veloso, Raúl Meireles (Rolando) e João Moutinho; Nani (Custódio), Cristiano Ronaldo e Hélder Postiga (Hugo Almeida). T: Paulo Bento

quarta-feira, 20 de junho de 2012

“Novo DVD em breve”, anuncia guitarrista do Dream Theater


A banda Dream Theater, que está em turnê de divulgação do álbum “Dramatic Turn Of Events”, já planeja o lançamento de um novo DVD. A informação foi revelada pelo guitarrista, John Petrucci, em entrevista concedida à Artisan News.



“Nós ainda não filmamos. Muitas pessoas perguntaram se haverá um DVD e a resposta é sim, mas não temos mais informações sobre isso”, disse Petrucci. Ele informou que as filmagens podem ocorrer ainda nesta turnê e que novos detalhes serão revelados em breve.

A banda realizará, em agosto, cinco apresentações no Brasil.

Fonte:CifraClub

terça-feira, 19 de junho de 2012

Ucrânia tem gol não validado e Rooney garante vitória inglesa

A Inglaterra selou a classificação às quartas de final da Eurocopa nesta terça-feira ao derrotar a anfitriã Ucrânia por 1 a 0 com gol de Rooney. O jogo, porém, foi marcado por um lance polêmico: uma finalização de Devic foi tirada debaixo da trave por Terry. Apesar da bola já ter passado da linha, o tento não foi validado.

A Ucrânia tomou a iniciativa do jogo e levou perigo aos cinco minutos em chute da entrada da área de Garmash que passar perto do ângulo esquerdo de Hart. A equipe anfitriã continuou melhor do jogo e teve uma boa oportunidade aos 19, quando Husyev desarmou Ashley Cole pela direita e bateu com perigo da entrada da área.

A melhor chance do primeiro tempo, porém, foi da Inglaterra. Welbeck cruzou da esquerda para Rooney cabecear em excelente posição à esquerda do gol de Pyatov aos 26 minutos. Logo no lance seguinte Yarmolenko recebeu de Devic pela direita da área e finalizou para defesa de Hart.



Na segunda chance que teve, já na etapa final, Rooney não decepcionou. Gerrard recebeu pela direita do ataque, driblou Yarmolenko e cruzou aos três minutos. Pyatov falhou e deixou a bola passar para Rooney apenas concluir para o gol.

Aos 15 minutos, Milveskiy perdeu uma grande chance para empatar ao receber escanteio na pequena área e cabecear por cima do gol. No minuto seguinte, o lance mais polêmico do jogo: Devic dominou na área, cortou o marcador e finalizou. Hart conseguiu a defesa, mas a bola seguiu em direção ao gol e foi retirada por Terry e, mesmo com a bola já tendo passado da linha do gol, o gol não foi marcado.

A Inglaterra respondeu aos 22 minutos, quando Milner limpou Selim pela direita e cruzou. Pyatov tirou de soco, mas a bola ficou viva para Ashley Young finalizar a gol. O goleiro, porém, se recuperou e salvou a Ucrânia. A seleção anfitriã tentava o empate e quase o alcançou aos 28 minutos, quando Konoplyanak chutou de média distância. Hart defendeu, mas a bola ficou viva até Lescott tranqüilizar para a zaga.

FICHA TÉCNICA
UCRÂNIA 0 x 1 INGLATERRA

Local: Donbass Arena, em Donetsk, na Ucrânia
Data: 19/06/2012, terça-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)
Assistentes: Gabor Eros e Gyorgy Ring (ambos da Hungria)
Cartões amarelos: Tymoschuk, Rakitskiy e Shevchenko (Ucrânia) e Gerrard e Ashley Cole (Inglaterra)
Gol: Rooney, aos três minutos do segundo tempo

UCRÂNIA: Pyatov; Selin, Khacheridi, Rakitskiy, Husyev; Tymoschuk, Garmash (Nazarenko), Yarmolenko e Konoplianka; Devic (Shevchenko) e Milveskiy (Butko). Técnico: Oleh Blokhin

INGLATERRA: Hart; Johnson, Terry, Lescott e Cole; Parker, Gerrard, Milne (Walcott) e Ashley Young; Rooney (Oxlade-Chamberlain) e Welbeck (Carroll). Técnico: Roy Hodgson

As candidatas a Bela da Torcida

Finalmente estão definidas as 28 candidatas para Belas da Torcida, concurso promovido pelo portal UOL. O concurso nada mais é que escolher a mais bela entre os 28 principais times do Brasil.

Destacamos algumas das candidatas para o concurso, como é de costume. Todavia as que mais chamaram atenção por já esterem de alguma forma na midia são:

Ana Paula Saad (São Paulo), já foi capa da revista Sexy e participou do reality "A garota FX" .
Raphaella Lobo(Palmeiras) já foi musa do time em 2009 pelo concurso "Musa do Brasileirão" promovido pela rede Globo e fora que já foi a nossa entrevistada, para ver entrevista clique aqui .
Daiane Steffens, a qual foi colocada em "xeque" em relação a paixão do seu time Grêmio, inclusive noticiamos aqui.
Luciane Hoppers (Avaí) a qual já pousou duas vezes para revista Sexy


Segue abaixo todas as candidatas em ordem aleatória, sendo que algumas com foto acima do nome e todas com hiperlink, o qual você acessa a pagina da candidata.


Talita Rocha - Bahia
Natália Vaccari - Ponte Preta



Thais Silva - Fortaleza
Barbara Martins - Cruzeiro


Rafaela da Silva - Figueirense
Daiane Steffens - Grêmio


Larissa da Silva  - Coritiba
Laisiane Favarato - Flamengo

Viviane Carlstrom - Guarani
Milena Machado - Botafogo



Bruna de Lima - Náutico
Raquel Oliveira - Paysandu


Andréa Ramos - Remo
Patricia Busgaib - Ceará

Samantha Diniz - Santa Cruz
Alesandra Silva - Atlético-MG

Marianna Rosas - Sport
Patrícia Fonseca - Vasco

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Itália bate a Irlanda por 2 x 0 e vai às quartas da Euro


A Itália encarou a República da Irlanda nesta segunda-feira precisando vencer para se classificar às quartas de final da Eurocopa 2012. A seleção não bobeou e conseguiu a vitória por 2 a 0 com gols de Cassano e Balotelli, que começou nos bancos de reserva e marcou um golaço. A Irlanda ainda teve Andrews expulso no segundo tempo.

A partida foi morna durante a primeira meia hora, ao final da qual a Itália começou uma blitz em busca do gol. Aos 33, Cassano acertou belo passe para encontrar Di Natale sozinho pela direita. Shay Given saiu do gol para tentar roubar a bola do atacante, que finalizou com pouco ângulo para St Ledger tirar a bola em cima da linha do gol.

Logo no lance seguinte, aos 34, Cassano arriscou de fora da área e complicou a vida de Given, que não conseguiu segurar a bola e a tocou pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio, o gol: a cobrança de Pirlo terminou em cabeçada de Cassano, que superou Given e foi retirada por Duff, mas só após ter cruzado a linha do gol.

A Itália voltou do intervalo mantendo o ritmo do final do primeiro tempo e levando perigo logo aos três minutos, quando Balzaretti tabelou com Cassano, cortou o marcador na linha de fundo e devolveu para o camisa 10 finalizar com perigo. Dunne, porém, rebateu e trouxe tranquilidade à defesa irlandesa.



Dois minutos depois, De Rossi recebeu na entrada da área, ajeitou e bateu colocado, levando perigo ao ângulo esquerdo de Given. Aos oito, uma bela jogada coletiva da Itália terminou em Di Natale recebendo com espaço pelo lado esquerdo e chutando sem muito ângulo para defesa de Given.

Em cobrança de falta de posição semelhante à que gerou o gol marcado contra a Croácia, Pirlo levou perigo em chute direto aos 24 minutos, fazendo a bola passar por cima do gol irlandês. Em mais uma cobrança de falta, Andrews acertou um foguete após a bola ser ajeitada e obrigou que Buffon fizesse boa defesa aos 33 minutos.

Aos 42 minutos, Andrews recebeu o segundo amarelo e diminuiu as chances da Irlanda reagir em campo. Se o cartão vermelho já facilitou a vida da Itália, Balotelli ainda garantiu tranquilidade aos 43 minutos, quando marcou um golaço ao acertar um voleio de costas após cobrança de escanteio de Pirlo.

Dessa forma, com a vitória da Espanha por 1 a 0 sobre a Croácia também nesta segunda-feira, a Itália se classificou no segundo lugar com cinco pontos, dois atrás da Espanha. Croácia, com quatro, e Irlanda foram eliminadas.

FICHA TÉCNICA
ITÁLIA 2 x 0 REPÚBLICA DA IRLANDA

Local: Estádio Municipal de Poznan, em Poznan (Polônia)
Data: 18 de junho de 2012, segunda-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Cüneyt Çak?r (Turquia)
Assistentes: Bahattin Duran e Tarik Ongun (ambos da Turquia)
Cartões amarelos: Balzaretti, De Rossi e Buffon (Itália) e Andrews, O’Shea e St Ledger (Irlanda)
Cartão vermelho: Andrews (Irlanda)
Gols: Cassano, aos 35 minutos do primeiro tempo, e Balotelli, aos 43 minutos do segundo tempo

ITÁLIA: Buffon; Abate; Barzagli, Chiellini (Bonucci) e Balzaretti; De Rossi, Thiago Motta, Marchisio e Pirlo; Cassano (Diamanti) e Di Natale (Balotelli). Técnico: Cesare Prandelli

IRLANDA: Given; O’Shea, St Ledger, Dunne e Ward; Duff, Andrews, Whelan e McGeady (Shane Long); Doyle (Walters) e Robbie Keane (Cox). Técnico: Giovanni Trapattoni

Fonte:Placar

Após ser demitida pela FPF, Musa do Paulistão é a mais nova integrante do "Pânico na Band"


Eleita a Musa do Paulistão de 2012, a modelo Lorena Bueri não ficou sequer um dia sem emprego. Demitida pela Federação Paulista de Futebol após posar nua junto com outra mulher em frente ao estádio do Pacaembu, a beldade, que era apresentadora da TV FPF, irá gravar alguns quadros do “Pânico na Band”.

Ao contrário do que possa imaginar, a musa não fará parte do cartel de panicat do humorístico dominical. Assim como aconteceu com Ana Paula Minerato, que é musa da Gaviões da Fiel, Lorena será uma espécie de ajudante de palco e, inclusive, já gravou na última sexta-feira (15), de biquíni, sua primeira participação no programa.

Nota:
Para quem ainda não sabe Lorena Bueri será capa da Sexy do mês de Julho.

Fonte:Virgula

domingo, 17 de junho de 2012

Cristiano Ronaldo faz dois gols e dá vaga a Portugal na Eurocopa


Ao vencer a Holanda de virada por 2 a 1 neste domingo, Portugal conseguiu manter a escrita de sempre chegar à segunda fase da Eurocopa. Apesar da derrota na estreia diante da Alemanha, os portugueses conseguiram se recuperar no grupo B, considerado o da morte, e garantiram a segunda vaga para fase final.

Cristiano Ronaldo, melhor jogador em campo, marcou dois gols e comandou o vira-vira de Portugal. Pela Holanda, Rafael van der Vaart fez o gol holandês, logo no início da partida, mas não evitou a eliminação sem nenhum ponto na Euro, a pior campanha da equipe na história do torneio.

O adversário de Portugal nas quartas de final será a República Tcheca, que ontem conquistou o primeiro lugar no grupo A.


O Jogo – A Holanda começou o primeiro tempo com o domínio total da posse de bola. A troca de passes tentava envolver a defesa de Portugal. Com três minutos, Sneijder teve a primeira chance de gol, mas pecou na finalização depois da linda jogada iniciada com toque de calcanhar de Robben.

Portugal não conseguia manter a posse de bola e a entregava rapidamente para a Holanda que vinha pra cima pelos lados do campo. Aos dez minutos a insistência holandesa deu frutos. Robben recebeu pela esquerda e cortou para dentro, ao melhor estilo que o consagrou no Bayern de Munique. Rafael Van der Vaart, uma das alterações de Marwijk para a partida, aparecia livre na entrada da área e, ao receber a bola, colocou com muita categoria no canto direito de Rui Patrício.

Com o placar aberto, a defesa da Holanda passou a ficar mais exposta enquanto o ataque se atirava em busca do segundo gol. Isso, porém, dava a Portugal chances de contra-ataque que ameaçavam cada vez mais o gol de Stekelenburg. Hélder Postiga perdeu uma chance claríssima de gol após de erro de passe de Van der Wiel que o deixou livre dentro da grande área.

Cristiano Ronaldo era o grande jogador de sua equipe no primeiro e aparecia muito bem pela esquerda e pelo meio. Todas as bolas passavam pelo pé do camisa 7. Num vacilo de Mathijsen e Vlaar, recebeu ótimo passe de João Pereira de frente para o gol. Com tranquilidade, só teve o trabalho de tocar por debaixo de Stekelenburg, na saída do goleiro, antes de comemorar o empate.

Depois do gol, Portugal passou a tomar conta da partida. Tocando a bola, esperou até o apito do árbitro para o intervalo, sem que o Metalist Stadium visse mais chances claras de gol.

O segundo tempo começou muito mais estudado e sem alterações de ambos os lados. Nos primeiros minutos, as equipes se limitaram a tentar mais jogadas pelo alto.

Paulo Bento,então, colocou Nélson Oliveira, grande revelação portuguesa na Eurocopa, enquanto Marwijk optou por Afellay. As alterações não mudaram o jogo, que seguiu com poucas chances de gol até os 26 minutos.

Foi então que Cristiano Ronaldo fez boa jogada pela esquerda, levou pro fundo e deixou Nani livre na pequena área para marcar. O atacante chutou em cima de Stekelenburg e perdeu ótima chance.

Dois minutos depois, Nani devolveu o favor e deixou o companheiro na cara do gol. Em contra-ataque veloz pela direita, João Moutinho enfiou Nani que, no segundo toque, já colocou a bola para Cristiano Ronaldo. Tranqüilo, o jogador do Real Madrid cortou o zagueiro Mathijsen com o domínio e só precisou escolher o canto para superar Stekelenburg.

Portugal passou apostar na velocidade dos contra-golpes, enquanto a Holanda só conseguia levar perigo nos chutes de fora com Sneijder e, sobretudo, Van der Vaart, melhor jogador holandês em campo. Van Persie ainda perderia chance de gol que não estava acostumado a perder com o Arsenal, enquanto Cristiano Ronaldo carimbaria a trave de Stekelenburg mais uma vez.

Fonte:Placar

sábado, 16 de junho de 2012

República Tcheca vence, elimina Polônia e está nas quartas da Euro


A República Tcheca venceu, neste sábado, por 1 a 0 a Polônia no estádio Estádio Municipal de Wroclaw e garantiu sua classificação para a próxima fase do torneio. Já os donos da casa, ficaram com apenas dois pontos na competição e foram eliminados.

Precisando obrigatoriamente da vitória para se classificar, a Polônia começou melhor a partida, trocando passes em seu campo ofensivo. Logo no segundo minuto de jogo, após confusão na área, Dudka tentou uma bicicleta e mandou a bola para fora.



Aos dez minutos, Lewandoski fez linda jogada, tabelou com Muraswski, mas na hora de finalizar, não caprichou e chutou a bola para fora. A República Tcheca parecia satisfeita com o empate e apenas assistia os polôneses jogarem. Aos 21 minutos, o lateral esquerdo Boenish chutou com perigo de fora área e Cech fez boa defesa.

Porém, depois dos 30 minutos, os tchecos acordaram e passaram a controlar a posse de bola. Daí em diante, a Polônia não chegou mais com perigo e a República Tcheca tentava chegar apenas com chutes de longa distância.

Na volta do intervalo, a República Tcheca percebeu que só o empate não bastava para a classificação, já que naquele momento a Grécia vencia a Rússia, e passou a ser mais agressiva. Já os donos da casa, não conseguiam trocar mais do que dois passes sem errar.

Depois de diversos chutes sem direção e boas defesas do goleiro Tyton, finalmente, aos 27 minutos do segundo tempo, em contra-ataque rápido, Jiracek recebe ótimo passe de Baros, limpa o zagueiro e finaliza na saída do goleiro polonês, abrindo o placar.

Após levar gol, os donos da casa foram para o tudo ou nada e passaram a jogar ofensivamente, enquanto os tchecos assustavam apenas em contra-ataques. Porém, faltava aos poloneses uma infiltração maior na área, fato que não aconteceu até o final do jogo. Em apenas um lance, a Polônia chegou com perigo ao gol tcheco: no último minuto Lewandoski perdeu grande chance. Final: República Tcheca 1 a 0 Polônia.

Com esse resultado e a vitória da Grécia sobre a Rússia, a Republica Tcheca terminou em primeiro lugar na chave com seis pontos, enquanto a Polônia amargou a lanterna do Grupo A com 2 empates em 3 jogos.

FICHA TÉCNICA 
REPÚBLICA TCHECA 1 X 0 POLÔNIA

Local: Estádio Municipal de Wroclaw (Polônia)
Data: 16 de junho de 2012 (Sábado)
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Craig Thompson (Escócia)
Assistentes: Alasdair Ross e Derek Rose (Escócia)
Cartões amarelos: Limberský e Plasil (República Tcheca), Perquis, Blaszczykowski e Polanski (Polônia)

Gol: 
REPÚBLICA THECA: Jiracek, aos 27 minutos do segundo tempo

REPÚBLICA TCHECA: Cech; Selassie, Kadlec, Sivok e Limbersky; Plasil (Rezek), Pilar, Hubschaman, Kola e Jiracek(Rajtor); Baros(Pekhart)
Técnico: Michal Bílek

POLÔNIA: Tyton, Boenisch, Wasilewski, Perquis, Piszczek, Dudka, Polanski (Grosicki), Obraniak, Murawski (Mierzejewski), B?aszczykowski, Lewandowski
Técnico: Franciszek Smuda

Fonte:Placar

Sepultura segue em longa turnê pela Europa


Com o prestígio de ter seu mais recente trabalho "KAIROS" na lista dos melhores discos lançados em 2011 pelos principais meios de comunicação especializados do Mundo, o Sepultura continua mais uma longa série de apresentações pela Europa.

Derrick Green (vocalista), Andreas Kisser (guitarra), Paulo Xisto (baixo) e Eloy Casagrande (bateria) deram o pontapé inicial com uma super exibição no Rock in Rio-Lisboa ao lado dos percussionistas franceses Tambours du Bronx, se apresentaram recentemente no festival Sweden Rock e subirão ao palco do Wacken Open Air, considerado o maior evento de heavy metal do Mundo, com uma performance bastante entrosada.



Até o momento, a turnê tem mais de 40 datas confirmadas. A excursão começou no último dia 25 de Julho em Portugal, passou por Grécia, Suécia, França, República Tcheca, Suíça, agora segue por Itália, França, Espanha, Bélgica, Áustria, Romênia, Hungria, Reino Unido e termina em 18 de agosto, na Alemanha. Vale a pena lembrar que, a banda fará uma rápida pausa para tocar no ORION MUSIC + MORE festival, evento organizado pelo Metallica, que acontece no dia 24 de julho, em Atlantic City (EUA). Confira todas as datas em http://sepultura.uol.com.br/pt/?s=shows. Os ingressos em todos os países já estão à venda.

Considerada a banda brasileira de Metal com maior repercussão internacional, o Sepultura está em plena turnê de promoção do álbum “KAIROS”, lançado no mercado via Laser Company/Nuclear Blast, que já passou por diversas cidades importantes do Brasil, EUA e Canadá, e leste-europeu.

Fonte:The Ultimate Press


sexta-feira, 15 de junho de 2012

Walcott decide e Inglaterra bate a Suécia em jogo de duas viradas


Em jogo de dois tempos muito distintos, a Inglaterra superou a Suécia por 3 a 2. Após terminar um primeiro tempo morno na frente do placar, os ingleses sofreram a virada e voltaram a dar volta no placar com grande atuação do reserva Walcott. Em um segundo tempo com diversas chances para as duas equipes, o atacante marcou um gol e deu o passe para outro.

A primeira chance do jogo veio em chute de longa distância de Scott Parker que rendeu defesa em dois tempos de Isaksson aos sete minutos. Pouco depois, aos 13, Milner cruzou para Welbeck cabecear com perigo à esquerda do gol.

O gol, porém, sairia mesmo aos 23 minutos. Da intermediária, Gerrard acertou cruzamento preciso na cabeça de Andy Carroll, que mandou a bola para as redes. Young ainda teve boa chance para ampliar após receber enfiada de Welbeck e invadir a área, mas o ala só conseguiu acertar a rede pelo lado de fora.

Até esse ponto, a Suécia abusava nos lançamentos e apostava em jogadas individuais de Ibrahimovic, mas não conseguiu chutes de perigo até os 37 minutos, quando o atacante do Milan ajeitou para Kallstrom emendar uma bomba da intermediária, mandando a bola pouco acima do gol inglês.

A Suécia precisou de apenas quatro minutos para empatar o jogo no segundo tempo. O tento veio em lance chorado, com Ibrahimovic cobrando falta na barreira e chutando o rebote para domínio de Mellberg na área. O zagueiro finalizou, Hart desviou e Glen Johnson ainda tentou tirar a bola do gol, mas acabou desviando contra a própria meta.

Se Glen Johnson impediu que Mellberg recebesse o mérito pelo primeiro gol da Suécia, o zagueiro garantiu que o segundo ficasse em sua conta: aos 13 minutos, o sueco subiu mais que todo mundo para desviar cruzamento de Larsson para a rede.



Aos 18 minutos, Terry chegou muito perto de empatar ao cabecear a queima-roupa para ótima defesa de Isaksson. Após a cobrança do escanteio gerado pelo próprio lance, a bola sobrou para Walcott, que havia acabado de entrar, arriscar o chute da intermediária. A bola pegou muito efeito e enganou o goleiro Isaksson, restabelecendo a igualdade no placar.

Após duas boas finalizações da Suécia com Kallstrom e Ibrahimovic, aos 30 e aos 31, Walcott voltou a ser decisivo aos 33 minutos, quando passou por dois marcadores e chegou à linha de fundo pela direita, cruzando para Welbeck marcar um belo gol de calcanhar.

A Suécia partiu para o ataque, apostando nas bolas levantadas sobre a área, mas não conseguiu criar boas chances no final da partida e quase sofreu um gol quando, aos 46 minutos, Walcott puxou contra-ataque e cruzou para Gerrard finalizar a queima-roupa, parando nos reflexos de Isaksson.

FICHA TÉCNICA
SUÉCIA 2 X 3 INGLATERRA

Local: Estádio Olímpico, em Kiev (Ucrânia)
Data: 15 de junho de 2012
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Damir Skomina (Eslovênia)
Assistentes: Primoz Arhar e Matej Zunic (Eslovênia)
Cartões amarelos: Milner, Mellberg, Jonas Olsson e Svensson
Gols: Carroll 23 do 1º; Glen Jonhson (contra) 4, Mellberg 13, Walcott 19 e Welbeck 33 do 2º

SUÉCIA: Isaksson; Martin Olsson, Mellberg, Jonas Olsson e Granqvist (Lustig); Svensson, Kallstrom, Larsson, Ibrahimovic e Elm (Wilhelmsson); Elmander (Rosenberg). Técnico: Erik Hamrén

INGLATERRA: Hart; Johnson, Terry, Lescott e Cole; Milner (Walcott), Gerrard, Parker e Ashley Young; Welbeck (Oxlade-Chamberlain) e Carroll. Técnico: Roy Hodgson

Slash anuncia turnê de novo disco no Brasil em novembro


Slash anunciou em seu site oficial, nesta quinta-feira, uma turnê pelo Brasil para divulgar o novo disco “Apocalyptic Love”. O ex-guitarrista do Guns n’ Roses vai passar por cinco cidades brasileiras entre os dias 2 e 9 de novembro.

O músico se apresenta acompanhado pelo vocalista Myles Kennedy (originalmente da banda Alter Bridge) e The Conspirators, que conta com o baixista Todd Kerns (Age of Electric, Static in Stereo e Sin City Sinners) e o baterista Brent Fitz (Alice Cooper).

A última vinda de Slash ao Brasil foi em 2010, para fazer shows do seu primeiro disco solo, “Slash”. Ele já havia passado por aqui com as bandas Guns n’ Roses, Velvet Revolver e Snakepit.

Veja as datas da turnê:
2 de Novembro – Studio 5 – Manaus/AM
4 de Novembro – Opera Hall – Brasília/DF
6 de Novembro – Espaço das Américas – São Paulo/SP
7 de Novembro – Master Hall – Curitiba/PR
9 de Novembro – Pepsi on Stage – Porto Alegre/RS

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Itália fica no empate com a Croácia e complica classificação na Euro 2012


A seleção da Itália continua com a sua propensão a viver dramas. Nesta quinta-feira, a Azzurra ficou no 1 a 1 com a Croácia em Poznan, e complicou sua vida no Grupo C da Eurocopa. Com dois pontos, já não depende mais de si para se classificar às quartas de final. Está obrigada a vencer a Irlanda e acompanhar atentamente o que estiver ocorrendo entre Espanha e Croácia. Já os croatas, com quatro pontos, enfrentam a Espanha na última rodada.

Durante a primeira etapa da partida em Poznan a Itália tentou se libertar da imagem de time retranqueiro. Prandelli conseguiu armar um esquema onde sua equipe dominou o meio de campo com Thiago Motta e Marchisio como cães de guarda, Pirlo dando o toque de qualidade e os alas Giaccherini e Chiellini como opções pelos lados do campo.

Deste meio de campo bem armado, os italianos construíram as principais ações ofensivas da partida. A dupla de atacantes Cassano e Balotelli exigia que o goleiro croata Pletikosa fizesse grandes defesas. Porém, mesmo com a movimentação ofensiva e chances criadas, os atacantes italianos não conseguiam tirar o zero do placar. Quando Pletikosa não executava uma defesa, a bola raspava a trave e ia pela linha de fundo.

Pois se os homens de frente não resolviam, coube ao veterano Pirlo a tarefa de alcançar o objetivo. Balotelli foi derrubado quase em cima da risca da grande área. O meia da Juventus ligou o seu controle remoto e em cobrança de falta certeira fez o goleiro Pletikosa buscar a bola no fundo do gol.

A Croácia voltou mais ousada para a segunda etapa, e pouco a pouco foi descobrindo que a defesa italiana está longe de viver seus melhores momentos. O trio Bonucci, De Rossi e Chiellini não conseguia se entender. Buffon era a cada minuto mais exigido. Mas a Azzurra não conseguiu segurar a pressão, Strinic cruzou e Chiellini não alcançou de cabeça. A bola caiu à feição para Mandzukic empatar. Foi o terceiro dele na Euro.

Descontrolada, a Itália resolveu partir para cima de qualquer maneira. A medida que o tempo passava, o número de passes errados aumentava em proporções geométricas. O desespero se ampliava quando os croatas saíam em contra-ataque. O apito final chegou e o drama italiano tomará dimensões de ópera na última rodada.

Fonte:ZHEsportes